terça-feira, abril 5

 

We'll Meet Again


«We'll meet again, don't know where, don't know when
But I know we'll meet again some sunny day
Keep smiling through just like you always do
'Til the blue skies make the dark clouds fade away»

Comments:
The House with Nobody in it
...
So whenever I go to Suffern along the Erie track
I never go by the empty house without stopping and looking back,
Yet it hurts me to look at the crumbling roof and the shutters fallen apart,
For I can't help thinking the poor old house is a house with a broken heart.
Joyce Kilmer
 
A pulga deixou de pular ?
 
Espero que estes últimos posts não sejam os derradeiros. A pulga faz muita falta à blogosfera!!!
SALTA PULGA!!!!
 
oh pulga deixa-te de merdas e escreve.
 
parafraseando o último anónimo digo eu: deixa-te de merdas e apaga tudo!
 
olha pra este que amuou !!!.
 
Não é verdaaaade...
 
O PAPA foi-se e a PULGA tb...
 
Atão mas que é isto...?
 
Caro PC:

Tem um mail para onde lhe possa escrever?
 
Caro PC:

O «comentário» anterior é meu (pulga). Sabe-se lá porquê saiu com uma estranha assinatura. Será que me pode facultar um endereço para lhe escrever?

pulga
 
Está do lado esquerdo logo no início da página.
 
O endereço, claro.
 
oh pulga, quem me manda fazer o que não devo? só muito depois dei conta de quem estava a escrever.
Abraço e fico à espera que volte.
 
Cara Pulga

enviei-lhe um e-mail para o pulapulga@gmail.com.
Um abraço

PC
 
A Pulga calou-se?!... Não vale... É mal!...
 
Grande banda sonora
 
Puuuuuuuuuulgaaaaaaaaaa! helooooo!
 
Atao e' mesmo para acabar ?????
 
We'll never meet again.
 
O Comércio do Porto ainda vive.
Leiam-nos em
ocomerciodoporto.blogspot.com
 
A pulga parou mesmo de pular???
 
Kia Ora (Hello) from a blogger down under in New Zealand. I cnnot understand the language, but I listen to the music. Thank you.
 
Obrigada por me relembrares que ainda acredito! Mesmo!
 
Um novo espaço de encontros e amizades , com videochat, mapas, blogs, albuns de fotos, videoteca, música e noticias sobre Africa! www.africamente.com
 
Não podias ter deixado de acreditar, nunca.

SAL.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?