segunda-feira, março 7

 

Voltar a tomar chá com a Maria (com o Tejo como fio do horizonte)


Há dias,
Paulo Gorjão, aparentemente sem saber se deveria acreditar no que lia, perguntava, com a subtileza que o caracteriza, se estávamos a assistir a uma nova guinada do inimitável Eduardo Prado Coelho, ao manifestar apoio, ainda que de forma discreta, à candidatura presidencial de Cavaco Silva. Há percursos que vão sempre na direcção do vento. Já há quase quarenta anos, quando Marcello Caetano foi nomeado presidente do Conselho de Ministros, EPC, respondendo a um inquérito [«Como encara o actual momento político?»], procurava convencer-nos de que havia sinais «que justificam plenamente um certo optimismo…»* Como queriam que EPC mudasse depois, se a idade nunca fez bem a ninguém?

______________
* Veja-se o que pensava EPC, o então autodenominado marxista, acerca da «renovação na continuidade»:


Comments:
E,pelos vistos, já nos idos de 60 o gajo era chato, chato, chato, chato, chato, chato e chato.
Esteve quase para se chamar Bolacha Maria.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?