domingo, março 13

 

TPC - Exercícios práticos


«O banco suíço UBS fez as contas e chegou à conclusão que o peso dos lucros nas empresas dos sete países mais ricos do mundo atingiu no ano passado o rácio mais alto de sempre em relação ao PIB (14 por cento). Os lucros depois de impostos das empresas norte-americanas atingiram em 2004 os valores mais elevados dos últimos 75 anos. Em relação a 2003, os lucros operacionais de 350 empresas europeias listadas pela Standard and Poor"s registaram um aumento médio de 78 por cento. A edição mais recente da Forbes notou que, no ano passado, o número dos afortunados com mais de mil milhões de dólares aumentou de 587 para 691.

Pode-se argumentar que, em boa parte, os bons resultados das empresas se deve a fortes ganhos de produtividade, à excelência da gestão ou ao momento único que resulta da viragem do ciclo económico. Pode-se também afirmar como válida a tese segundo a qual, em alguns países, os lucros beneficiam não apenas milionários, mas também as famílias que canalizaram parte das suas poupanças para o mercado de capitais, ou até os desempregados, destinatários naturais do reinvestimento. Tudo isso pode ser verdade, mas também é certo que esta conjuntura contrasta com o agravamento do desemprego na Europa, com a precariedade do emprego nos Estados Unidos e, principalmente, com o desequilíbrio crescente entre o rendimento disponível das camadas da população mais rica e mais pobre das economias avançadas.

Ainda parece ser cedo para adivinhar a tendência do capitalismo nos próximos anos, mas os sintomas recentes mostram que o agravamento das iniquidades da redistribuição de riqueza são uma ameaça potencial aos consensos políticos e ao modelo económico construídos nas últimas décadas. As lutas sociais que a combinação de lucros exponenciais com salários congelados deixa adivinhar, não é bom augúrio.»

Comments:
Oportuníssimo!
Receio bem que estejamos a seguir caminhos de regresso pouco pacífico.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?