quinta-feira, março 31

 

O caneiro de Alcântara


A malta da discoteca está de regresso à Câmara. Tem seis-meses-seis pela frente. Se a lei atrapalha, Napoleão, Eduarda de seu nome próprio, dá a volta ao texto: «
É uma forma diferente de trabalhar.» Com certeza que é. E é precisamente por isso que não seria totalmente descabido que a Inspecção-Geral da Administração do Território (ou a Inspecção-Geral de Finanças ou o Tribunal de Contas) desse uma vista de olhos à papelada dos terrenos de Alcântara. Ou até, que diabo!, a Procuradoria-Geral da República, que não há-de passar os dias inteiros a fazer comunicados a anunciar que não investiga seja o que for: «Informa-se que não foi, até ao momento, instaurado pelo Ministério Público qualquer processo-crime relacionado com a adjudicação de um sistema de comunicações para as polícias, da responsabilidade do ex-ministro da Administração Interna».

Comments:
Arranjar reformas antecipadas para o desemprego que está mesmo a chegar.

Os próximos meses vai ser a badalhoquice total na cmlisboa.
 
O pessoal que os colocou lá com o seu voto é bom que perceba o que vale votar nesta gente, é bom que o perceba de uma vez por todas!
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?