sexta-feira, fevereiro 18

 

«A arte de argumentar com aspas»


Eu, se fosse a si, caro leitor, não perdia a leitura deste
post sublime. É como aqueles mímicos que, num simples gesto, dizem mais do que mil palavras. Uma mera alteração na colocação das aspas faz de um texto outro texto. Lembram-se da história do decreto em que uma vírgula teria valido, segundo se disse por aí, 120 mil contos?

Comments:
É, de facto, delicioso. Como diria o outro...«malditas aspas»! Ou melhor,«benditas» aspas!!!
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?