quinta-feira, janeiro 20

 

KO em directo na SIC Notícias


Não tenho uma particular simpatia política por Francisco Louçã. Mas reconheço que, no debate com Paulo Portas, Louçã o levou diversas vezes ao tapete, a ponto de o proprietário do PP parecer visivelmente amachucado no termo da refrega. Recordei o perfil que o João vem traçando do Dr. Portas:
aqui, ali e acolá. Para amanhã está prometida a continuação do esboço.

Comments:
É que discordando-se ou não de Francisco Louçã, há que reconhecer o mérito de que este faz sempre o trablho de casa, estudando todos os dossiers até à exaustão. O Dr. Portas não estando à altura, responde com a sua habitual "pesporrência".
 
Tem graça, no Blasfémias diversos escribas dizem precisamente o contrário: que Paulo Portas levou Francisco Louçã ao tapete.

Como não tenho TV Cabo não pude ver o debate. Portanto, não sei quem tem razão.

Luís Lavoura
 
Pois...é que por mais objectivos que tentemos ser, cada um vê, analisa e interpreta cada situação com as suas próprias lentes, ou seja, com os seus valores, princípios e convicções.
 
Terá levado.Mas tenho dificuldade em aceitar que um economista utilize argumentos demagógicos e incorrectos - estou a referir-me à avaliação das OGMA - para fazer passar um ideia. E se em matérias que conheço bem vejo este tipo de argumentação, que garantias temos que nas restantes matérias a demagogia não esteje sempre presente.
Também não percebo porque razão o Portas, pelo facto de não ser pai, não ter autoridade para falar sobre o "direito à vida". Será que no próximo referendo sobre a IVG só os pais e mães poderão votar ?
 
Louçã é um dos mais activos opinadores sobre corrupção, fraude, ilícitos de qualquer tipo, que tão prestimosamente detecta na sociedade portuguesa e tão veementemente denuncia.
Conhecendo agora o seu brilhante pensamento de que só deve opinar quem está pessoalmente envolvido na matéria sobre a qual se pronuncia, se acharmos que ele é sério e coerente com aquilo que pensa,concluímos que o homem deveria estar preso.
 
Realmente, há quem queira ver sempre tudo de acordo com o mesmo filtro. Não costumo achar que Portas vença debates, mas ontem achei. Louçã põe cara sério e esgar de gozo, mas as palermices, a má fé e a mentira (aquela história da avaliação das OGMA deveria ser motivo para o chumbar na faculdade) e o ar de superioridade misturado com a tentativa de dar lições de moral chegam. Aquilo, até Portas ganha. E se alguém foi ao tapete foi Louçã no final, quando Portas lhe perguntou (e muito bem), "Mas quem é que você pensa que é?". Louçã não pode responder porque não é, evidentemente, ninguém.
 
Não foi o Portas que esteve á beira de perder a compostura ? isso diz alguma coisa sobre a 'vitória' no debate.
 
á quero dizer à
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?