sexta-feira, janeiro 21

 

Em gestão corrente


A boa notícia: parece que o Governo entrou em gestão corrente. A confiar no Diário da República, o executivo já está em campanha. Agora, falam, falam, falam, falam… mas palavras leva-as o vento. De papelinhos escritos fica pouca coisa - hoje, quatro portarias, para ser preciso: a n.º 58/2005, que estabelece normas para os «perfis profissionais de condutor(a)-manobrador(a) de equipamentos de movimentação de terras e de equipamentos de elevação»; a n.º 59/2005, que aprova «o Regulamento de Execução do Sistema de Incentivos a Produtos Turísticos de Vocação Estratégica (SIVETUR)»; a n.º 60/2005, que altera «o plano de estudos do curso bietápico de licenciatura em Canto ministrado pela Academia Nacional Superior de Orquestra»; e a n.º 61/2005, que aprova «os Regimentos do Júri das Extracções e do Júri dos Concursos do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa».

É provável que, se prestou atenção ao que leu, o caro leitor esteja divertido com as actividades que consomem os nossos governantes. Mas tome atenção: a má notícia é que os contratos de aquisição de bens e serviços e de empreitadas não vêm escarrapachados no Diário da República. E consta que há para aí ministros que continuam furiosamente - como dizer? - a trabalhar. Alguém estará em condições de avaliar, neste momento, a herança santano-portista?

Comments:
A podridão/corrupção é cada vez maior.
 
o regime apodrece a olhos vistos .
 
...nem provavelmente noutro momento! isto promete...pouco!
abraço.
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?