quarta-feira, dezembro 1

 

Trapaça de primeiro-ministro: a gota de água?


Quando anuncia que pediu a demissão, Henrique Chaves dá conta de que Santana o informara de que estava a ser pressionado pelo presidente da República para colocar Gomes da Silva no cargo de ministro-adjunto, como forma de o resguardar. O Dr. Sampaio não deve ter gostado de saber que o seu nome fora utilizado abusivamente nas guerras internas da malta da discoteca.

Comments: Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?