terça-feira, dezembro 7

 

«Ramalho Eanes “intimado” a explicar negócios de armamento»


«NOVO RELATÓRIO SOBRE FUNDO DO ULTRAMAR - Para a IGF, que analisou o “saco azul” da Defesa, Ramalho Eanes deve esclarecer como tudo se processava»

«Segundo o relatório, a que o Público teve acesso, Amaro da Costa pediu em 2 de Dezembro de 1980 (dois dias antes de morrer) informações “urgentes” ao Estado-Maior General das Forças armadas (EMGFA, cujo chefe era o general Ramalho Eanes) sobre a “exportação de material de guerra para o Irão”.»

[Notícia do
Público não disponível on-line]

Comments:
Eanes sobre Pinto da Costa (jornal A Bola de 05/12/04, reportagem sobre o lançamento do livro de PC): “Este livro fala de uma experiência, de um caminho e de um ensinamento. Conseguir chegar a este nível de excelência deve ser para nós um orgulho e um apelo para que aconteça em todas as organizações da sociedade”.

É arrepiante pensar que Eanes foi Presidente da República durante 2 mandatos.
 
Paralelamente ao processo "Apito Dourado" ainda vamos assistir ao processo "Pistola Dourada" com Eanes como protagonista.
 
Esse cara de pau nunca me enganou. As ligações ao MDLP e os roubos de obras de arte nas igrejas do Minho para financiar os bombistas ainda se há de saber.
 
Volta a saga da morte de Sá Carneiro e acompanhantes, como se esta sequela trouxesse algo de novo.
Que Adelino era a vítima, já sabemos todos, porque ele se tinha metido no vespeiro em que o seu ministério e zonas limítrofes se tinha tornado, também não é novidade nenhuma. Que, sendo uma questão de assuntos internos, os nossos protagonistas da época estão todos salpicados, em maior ou menor grau, também não é conclusão difícil de retirar, sobretudo se pensarmos que a "verdade" mantém intacta a "virtude" após tantos anos de assédio.
A novidade é confirmar-se que foi sabotagem? Ao fim de tanto tempo, novidade seria concluir, sem margem para dúvidas, que foi um acidente.
 
O QUE É TRISTE É QUE EANES ME ENGANOU. CHEGUEI A ACREDITAR NELE. RECORDADNDO TODO O SEU PERCURSO POLÍTICO TENHO QUE CONCLUIR QUE FOI UM DESASTRE PARA ESTE PAÍS.
 
A nossa sorte é que hoje já ninguém o leva a sério. É desprezado por todos (com a excepção de Pinto da Costa).
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?