sexta-feira, dezembro 3

 

Lembram-se do totonegócio?


A história conta-se em meia dúzia de linhas. Os clubes de futebol tinham impostos em atraso. O Estado aceitou que os clubes fizessem uma dação em pagamento: entregaram as receitas futuras do Totobola (doadas, entretanto, pelo Estado). Acordado ficou então que, se as receitas do Totobola não fossem suficientes para saldar as dívidas, os clubes teriam de pagar, em 2004, a importância em falta. Estamos no final de 2004 e está por saldar a módica quantia de quatro milhões de contos. Por que até agora o ministro Bagão continua a assobiar para o lado e não notifica os clubes de que as dívidas são para pagar? Ou não são, afinal?

Comments:
a este também podias ter chamado Bas Fond
 
Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?