segunda-feira, outubro 11

 

Abertura da campanha eleitoral


De um lado, está o Governo (mais o Luís Delgado); do outro lado, o país (menos o Luís Delgado e uns tantos grupos económicos sentados à mesa do Orçamento). Tal como as coisas estão, Santana não pode continuar a dissimular por mais tempo a sua estratégia. Portanto, mais logo, o Sr. Primeiro-ministro abrirá oficiosamente a campanha eleitoral – assegurando que tudo será feito na rigorosa observância do limite imposto para o défice. As eleições regionais serviram para testar o modelo a adoptar. A cada dia que passa, a realidade trata de amplificar o disparate, digamos assim, do Dr. Sampaio.

Comments: Enviar um comentário

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?